SERVIÇOS ONLINE

Notícias

Ver notícia

Bate-papo foi de muita troca de informações e reforço da necessidade de uma ação conjunta para erradicar a violência de gênero

Fechando as ações de conscientização do Agosto Lilás, mês de enfrentamento à violência doméstica e familiar, a Águas de Sinop somou forças à Polícia Militar por meio da Patrulha Maria da Penha, para reforçar a importância da disseminação dos canais de denúncia para todos os atos de violência contra a mulher e promoção de uma sociedade mais igualitária.

Durante o encontro, realizado de forma presencial em Sinop e transmitido de forma online para os colaboradores de mais 11 municípios, membros da Polícia Militar promoveram um bate-papo que abordou questões fundamentais relacionadas ao combate à violência contra a mulher. A palestra ofereceu informações reais sobre os desafios enfrentados pelas mulheres e a necessidade de uma ação conjunta para erradicar a violência de gênero em todas as suas formas.

“Muitas vezes, as pessoas não têm plena consciência dos impactos devastadores da violência contra a mulher em nossa sociedade. Atualmente a Polícia Militar registra por mês, uma média de 80 denúncias. Em 2022 tivemos 980 medidas protetivas expedidas, somente em Sinop. Números considerados baixos, visto que muitas mulheres ainda têm medo de fazer a denúncia. Eventos como este nos proporcionam a oportunidade de educar, conscientizar e mobilizar nossa comunidade para agir em defesa dos direitos das mulheres”, a representante da Polícia Militar, 3°Sargento Marinéia de Oliveira.

O gerente de Comunicação de Responsabilidade Social da Águas de Sinop, Márcio Beltrão, ressaltou a importância do engajamento das empresas na promoção de mudanças sociais positivas. “Estamos comprometidos com a criação de um ambiente seguro e respeitoso para todas as mulheres. A Concessionária tem participado de vários eventos que promovem a educação para a conquista da qualidade de vida da nossa população. Faz parte da natureza da instituição e estamos engajados em promover uma sociedade mais justa e igualitária”, afirmou Beltrão.

O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania lista a existência de quatro tipos de violência:física, psicológica, patrimonial e moral.As concessionárias da Aegea, são contra qualquer atitude que ofenda a dignidade da pessoa humana, isso inclui seus usuários e colaboradores no pleno exercício das suas funções. Tem em seus valores um cuidado muito grande com os colaboradores e a população. Este é o reflexo da política de gestão incorporada diariamente que proporciona um ambiente de trabalho estruturado e que garante o bem-estar de todos.

Canais de denúncias

Sob a gestão do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), o Ligue 180 é um canal de atendimento exclusivo para mulheres, em todo o país. Além de receber denúncias de violência, como a familiar ou política, o serviço compartilha informações sobre a rede de atendimento e acolhimento à mulher em situação de violência e orienta sobre direitos e legislação vigente. 

Compartilhar:

Veja Também

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Aegea MT trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento nas cidades onde atua.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Contato Saiba mais
Contato

A Aegea MT oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.