SERVIÇOS ONLINE

Notícias

Ver notícia

Em um momento em que o país vive sua maior crise em saúde pública pela pandemia da Covid-19, as carências na infraestrutura de saneamento básico mostram sua face mais cruel. Mesmo entre as nações com maior PIB do mundo, o  Brasil apresenta um cenário de grande atraso no que há de mais básico – mais de 35 milhões de pessoas sem água tratada nem para higienizar as mãos e quase 100 milhões sem coleta de esgotos. O destino da maior parte dos esgotos é a natureza com um volume de mais de 5700 piscinas olímpicas descartadas por dia no meio ambiente. A ineficiência na distribuição da água potável faz com que 38,5% dela não chegue de forma oficial às casas dos brasileiros pressionando nossos recursos hídricos e fazendo o país perder mais de R$ 12 bilhões com o desperdício.

O “meio copo cheio” da história é que vivemos um novo momento no saneamento com a aprovação do Novo Marco Legal do Saneamento pelo Congresso Nacional e sanção do Presidência da República. Pelas metas da nova Lei, até 2033 as empresas operadoras (sejam públicas ou privadas) precisarão ofertar água tratada para 99% da população e a coleta e tratamento dos esgotos precisarão atingir 90% dos brasileiros(as). Os desafios a empresas e municípios serão, portanto, cada vez maiores.

Visando mostrar que, apesar deste cenário complexo, há o que se comemorar, o Instituto Trata Brasil mais uma vez premiará cidades que instituíram o saneamento básico como política séria e de longo prazo, alcançando indicadores relevantes. Em sua versão 2020, o evento, “Casos de Sucesso em Saneamento Básico – Municípios e Parcerias Público-Privada”, parceria com a consultoria GO Associados, traz oito exemplos positivos que se esforçaram e avançaram no acesso à água tratada, coleta e tratamento dos esgotos. Os exemplos escolhidos foram separados por diferentes tipos de operação: operação pública municipal com Jaraguá do Sul (SC) e Brotas (SP); operação pública estadual em Campo Mourão (PR) e Fernandópolis (SP); além de operação privada em Araçatuba (SP) e Primavera do Leste (MT). Por fim, exemplos de boas parcerias público-privadas em Rio Claro (SP), e de água no Agreste do Alagoas.

O objetivo é debater com representantes destas cidades quais esforços foram necessários, quais orientações dariam a outros municípios que também queiram melhorar em saneamento etc. O formato será virtual, dia 17 de setembro a partir das 14h30 no canal do YouTube do Instituto Trata Brasil www.youtube.com/tratabrasil.

Fonte: Trata Brasil

Compartilhar:

Veja Também

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Aegea MT e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

Comunicados Saiba mais
Comunicados

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.